top of page
  • Foto do escritorJosé Patrício

Ex-prefeito do interior do RN é condenado por gastar dinheiro público em bebidas alcoólicas e refrigerantes

Poço Branco é um município do Agreste potiguar — Foto: Ascom/Cosems-RN


O ex-prefeito de Poço Branco, Roberto Lucas de Araújo, foi condenado por improbidade administrativa por ter comprado bebidas alcoólicas e refrigerante com dinheiro público. Ele recorreu da decisão, mas a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) negou recurso e manteve a condenação.


A ex-esposa do ex-prefeito, Regilma Marques Lucas de Araújo, na época era primeira-dama do município e também foi condenada.


Procurado, Roberto Lucas afirmou que "repudia veementemente as acusações" e que espera recorrer da sentença "em busca das verdades dos fatos".


De acordo com o processo, o ex-prefeito utilizou-se de contrato informal celebrado entre o município e um mercado local para o abastecimento dos órgãos municipais para realizar compras particulares para sua família.


Entre os itens adquiridos estavam 10 caixas de cerveja, 16 litros de whisky e 60 refrigerantes., mercadorias não condizentes com a necessidade de órgão público, segundo entendimento do TJRN.


Os dois réus foram condenados a devolver aos cofres públicos cerca de R$ 6 mil. Ainda segundo a decisão, os recursos devem ser revertidos em favor do município.


0 comentário

Comments


bottom of page